30 agosto, 2007

Partirei


Partirei,partirei um dia para não mais voltar

à terra, ao mar

ao povo que me fez chorar


Partirei com saudade

de um nome, de uma vontade

de uma procura

de um sentimento a que dei o nome

Liberdade


Mas,partirei feliz

serena no meu pequeno barco de papel

ao vento,mas com destino,com a certeza de não mais lutar no tempo.


Nada deixarei e nada levarei,senão a dor de nada ter deixado e regressarei à minha arca de sonhos

à minha alma,


E a paz reinará de novo,porque eu partirei

4 comentários:

Atelier da Casaleira disse...

Um pensamento com muita profundidade:como esse mar...

Gigi disse...

Ola :)
Só mesmo para desejar bom fim de semana :)
Bjinhos

Cor de Mel disse...

Kikinhas,
Além de maravilhosa artista, também és uma fantástica poeta?
Amei este poema. É LINDO!!!
Beijocas e bom fim de semana, Lia.

Anónimo disse...

ESCREVES MUITO BEM,ASSIM COMO PINTAS.PARABENS